de onde vêm as palavras?

Foto e Grafia: Demetrios Galvão | ser feiticeiro da palavra, estudar a alquimia do coração humano. João Guimarães Rosa dizem que nasceram em um ninho de pássaros e ganharam o sentido do voo. algumas apareceram em um continente distante e foram trazidas em pequenas mudas, por marinheiros, na forma de especiarias mágicas. outras, brotaram no…

Outra náusea

Foto: Helio Mattos Jr. | Grafia: Fabíola Mazzini | a palavra flor, áspera não rompe o asfalto a flor rota, ao invés, é cuidadosamente exposta na calçada decoro o código da palavra para não tropeçar na treva que aflora e rio da fala inocente: prefiro flor de plástico porque dura mais no asfalto, não há…

Nascente

Foto e Grafia: Clarissa Macedo | Para Myriam Fraga In memoriam Onde vou vai o meu pássaro Myriam Fraga A vida é um rio: cativeiro de luzes e silêncio, corredeira sem remos privada de calmas águas. A vida é um rio e na memória uma luta apagada. A vida e seu rio. No peito uma…

electron global ltda.

Foto e Grafia: Clarissa Macedo | a mídia é uma era e em poucos minutos estaremos mais surdos, mais cegos das luzes das telas e flashs com moças de biquíni a promessa do melhor sexo da juventude eterna o melhor ângulo a melhor mentira da miséria contada aos turistas … e em poucas horas seremos…

Nota para desvio de palavra

Foto e Grafia: Adri Aleixo | O que espero? alguma palavra egressa marulhenta feito grunhido de mar ou vento abrupta palavra entre língua palato dentes palavra de morrer feito espuma em canto de boca. . Foto por Adri Aleixo   Adri Aleixo Adri Aleixo é Poeta e Professora mineira que vive na linda Belo Horizonte….

O tão longe para onde venho

Foto e Grafia: Mariana Botelho | a distância entre nós, amor o sangue jorrando avião que parte de nossas cabeças para o planalto central eis aqui o tão longe para onde venho – magra como meu passado – chorar a voz do meu antigo nome . Foto por Mariana Botelho   Mariana Botelho Mariana Botelho…

Litania para Novembro

Foto e Grafia: Simone Teodoro | Nervura de folha a machadadas aberta Escapa a seiva: Odor de novembro Delicadas mortes Um fenecer de pétala Condena meus dias a saudades insanas: Odor de novembro A chuva penetrando as tumbas Exalando Exalando… A dor escavando os pulsos a navalhadas Rompe a nervura, macula a brancura da banheira…

O Muro

Foto e Grafia: Laércio J. Pereira | O último resistente cedeu. Ergueu também o muro de três metros. A rua agora parece Auschwitz ou Guantánamo, muros altos com cercas elétricas. Apagou a última fresta de vida da minha rua: não mais o jardim de rosas, não mais o pé de romã, não mais a cadeira…

Sacode

Foto: Mariana Botelho | Grafia: Norma Lopes | mantenha escondidos os círculos marrons (dos bicos dos mamilos) a fenda funda (das nádegas) não queremos ofender a honra da família mineira pura que pariu ser livre é mais uma besteira que inventaram para te fazer sofrer seja aceita minha nêga seja a seita fundada por machos…

Vista da Velocidade

Foto e Grafia: Sérgio Fantini | de dentro dela as formas se diluem e assumem o traçado original de quando não eram visto dentro da velocidade eu também assumo outra forma para quem me vê do lado de lá do espelho a vida vista da velocidade iguala a todos nós eu e as formas que…