Sobre as orquídeas

Foto e Grafia: Tere Tavares | Como se retirasse dali toda a importância dos últimos meses, ouve os tons interrogativos do horizonte. Agora os lilases dos olhos são azul-acinzentados. Como no dia em que acabara de ler Niels Lyhne. Avança em silêncio. Faz novo pedido. Quer saber onde está o supremo mesmo que não exista…

Orquídea

Foto e Grafia: Tere Tavares | A esse alguém que jamais resistirá ao meu perfume. Uso as árvores para driblar a escuridão. Elas me agradecem por tornar seus caules mais belos e atraentes. Minha família é a maior que existe entre as famílias botânicas. Eu tenho alma também, assim como as minhas irmãs. Compartilhamos características…

Despertar

Foto e Grafia: Solange Firmino | É preciso transgredir a distração da flor em gestação, tocá-la infinitamente, sorver-lhe o perfume, soprar a gota de orvalho pousada em cada cor, inventar um arco-íris pelas arestas do vento, abrir caminhos para a primavera. A sombra se faz luz, o inverno se desfolha. Como se existisse um tempo…

O que é possível captar da beleza

Foto e Grafia: Tere Tavares | Ramos ascendentes no pleno azul do dia Como se numa superfície inalcançável os róseos tons Um estudo em organza talvez idealizado por Gauguin Flocos de um verdadeiro e maravilhoso veludo a nos olhar de cima A quase excessiva perfeição A perfeição sem excessividade . Foto por Tere Tavares  …

A Casa

Foto: Laura Corrêa | Grafia: Edelson Nagues | Pela fresta da porta, um vácuo de luz a corromper a retina. Por entre os desvãos, a desmemória entra e sai, sem jamais ter saído. Venezianas cerradas, no intuito de prender o que acaso restara. Poeira sobre os objetos: o tempo de espera amassa o barro na…

Do ardor vivo

Foto e Grafia: Tere Tavares | Que é mais um dia ao longo da curva dos dias. Sim essa gota pesa sobre mim porque sou a folha. Será que toda folha sente o mesmo que eu sinto? Depende das estruturas e nervuras. Eu queria ser o caule. Por que não sou o caule? És a…

Puzzle

Foto e Grafia: Tere Tavares | Como se retirasse dali toda a importância dos últimos meses, ouve os tons interrogativos do horizonte. Agora os lilases dos olhos são azul-acinzentados. Como no dia em que acabara de ler Niels Lyhne. Avança em silêncio. Faz novo pedido. Quer saber onde está o supremo mesmo que não exista…

de onde vêm as palavras?

Foto e Grafia: Demetrios Galvão | ser feiticeiro da palavra, estudar a alquimia do coração humano. João Guimarães Rosa dizem que nasceram em um ninho de pássaros e ganharam o sentido do voo. algumas apareceram em um continente distante e foram trazidas em pequenas mudas, por marinheiros, na forma de especiarias mágicas. outras, brotaram no…

Outra náusea

Foto: Helio Mattos Jr. | Grafia: Fabíola Mazzini | a palavra flor, áspera não rompe o asfalto a flor rota, ao invés, é cuidadosamente exposta na calçada decoro o código da palavra para não tropeçar na treva que aflora e rio da fala inocente: prefiro flor de plástico porque dura mais no asfalto, não há…

Nascente

Foto e Grafia: Clarissa Macedo | Para Myriam Fraga In memoriam Onde vou vai o meu pássaro Myriam Fraga A vida é um rio: cativeiro de luzes e silêncio, corredeira sem remos privada de calmas águas. A vida é um rio e na memória uma luta apagada. A vida e seu rio. No peito uma…