Outra náusea

Foto: Helio Mattos Jr. | Grafia: Fabíola Mazzini |

a palavra flor, áspera
não rompe o asfalto
a flor rota, ao invés, é
cuidadosamente exposta na calçada
decoro o código da palavra
para não tropeçar na treva que aflora
e rio da fala inocente:
prefiro flor de plástico porque dura mais
no asfalto, não há sonho lindo
deus algum nos chamará de mansos
o corpo do garoto, ao invés, é
cuidadosamente elevado
na dobra da esquina
como um oratório no meio fio
sento no chão e toco a pétala
tudo morre na rua!

.

Foto por Helio Mattos Jr.

Foto por Helio Mattos Jr.

Deixe sua avaliação:
- Avaliações: 5 - Média: 3.4

Fabíola Mazzini nasceu em Vitória-ES. É servidora pública. Tem poemas publicados em Palavras da cidade, antologia de autores capixabas organizada pela Prefeitura de Vitória, e em Mallarmargens e Pausa, revistas na internet. Participou de “Contemporâneas – Antologia Poética”, de Vida Secreta, em 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*