O tão longe para onde venho

Foto e Grafia: Mariana Botelho |

a distância entre nós,
amor
o sangue jorrando

avião que parte
de nossas cabeças
para o planalto central

eis aqui o tão longe
para onde venho –

magra como meu passado –

chorar a voz
do meu antigo nome

.

Foto por Mariana Botelho

 

Mariana Botelho nasceu em Padre Paraíso, no Vale do Jequitinhonha, interior de Minas Gerais. O silêncio tange o sino, seu primeiro livro, foi publicado pela Ateliê Editorial em 2010. Tem poemas publicados na revista Ciência e Cultura (SBPC), no Suplemento Literário de Minas Gerais e em várias revistas digitais.

Deixe sua avaliação:
- Avaliações: 1 - Média: 4

2 comentários Adicione o seu

  1. Lindo texto e imagem! Parabéns!

  2. Solange disse:

    “…eis aqui o tão longe
    para onde venho…”
    Versos fortes! Ótima foto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*