O Muro

Foto e Grafia: Laércio J. Pereira |

O último resistente cedeu.
Ergueu também o muro de três metros.
A rua agora parece Auschwitz ou Guantánamo,
muros altos com cercas elétricas.
Apagou a última fresta de vida da minha rua:
não mais o jardim de rosas,
não mais o pé de romã,
não mais a cadeira de balanço onde a velhinha com Alzheimer tomava o sol da manhã
e respondia ao meu bom dia com um aceno:
morreu hoje, fechada em seus próprios muros,
cercada por três metros de solidão.

.

Foto por Laércio J. Pereira

Foto por Laércio J. Pereira

 

Laércio José Pereira é fotógrafo por profissão. Publicou o livro de poemas Menina da Lua, uma presença, uma procura em 2008 pela editora Tradição Planalto. Está se preparando para lançar seu segundo livro, Estou convencido de que vou para o inferno, em dezembro de 2016 pela mesma editora.

Deixe sua avaliação:
- Avaliações: 41 - Média: 4.5

10 comentários Adicione o seu

  1. Breno Fiuza disse:

    Grande Laercio!
    Fotógrafo e poeta!
    Parabéns pelo poema!!

    1. Laércio J. Pereira disse:

      Obrigado, Breno! Grande abraço!

  2. Jussara florencio barbosa disse:

    Parabéns!!! Sensacional!!!

    1. Laércio J. Pereira disse:

      Jussara, muito obrigado! Você é sempre generosa comigo. Abraços!

  3. Elson Lima disse:

    Parabéns Laércio! Estou ansioso pelo lançamento do próximo livro.

  4. Adriane Garcia disse:

    Um tema tão atual. Lindo.

    1. Laércio J. Pereira disse:

      Obrigado, Adriane Garcia! Esse poema está no meu livro. Abraços!

  5. Parabéns pelo poema, pela prática dessa desafiante arte: escrever e se fazer entender. Sucesso sempre!

  6. Mariana Souza disse:

    Parabéns pelo belo poema! Retratou muito bem o que temos vivido.

  7. Lusiane Pimenta disse:

    Um grande poeta e uma excelente pessoa. Admiro seu trabalho e sua pessoa. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*